Estratégia

Estratégia de eficiência coletiva

Voltar

O nosso Provere

UM PROJECTO EM EVOLUÇÃO

Os projetos só fazem sentido quando são feitos a pensar na qualidade de vida das pessoas. É o caso do PROVERE AHP+VPJ, um programa para o desenvolvimento da região da Beira Interior, alicerçado em vetores estruturais e estruturantes que convergem para um único objetivo: o desenvolvimento sustentável. Um processo que passa pela exploração do potencial turístico, a valorização do talento local, o suporte ao espírito empreendedor ou o estímulo à criação de oportunidades.

Mas, sobretudo, o objetivo é fazer desta região um lugar onde as pessoas desejem viver. Para os que já vivem no território, uma melhoria constante na qualidade de vida. E que cada vila e cada aldeia sejam motivo de orgulho. Para os que vivem em outros pontos, um lugar onde possam realizar sonhos pessoais e profissionais. Porque, em essência, o que importa é sempre o ser humano. Dizem que as grandes caminhadas são feitas de pequenos passos. E este projeto é mais um passo rumo ao futuro.

Para conhecer a fundo o PROVERE Aldeias Históricas de Portugal - Valorização do Património Judaico, descarregue o documento abaixo.

Os Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos, designados por PROVERE, são uma das duas classes de Estratégias de Valorização Económica de Base Territorial previstas no enquadramento das Estratégias de Eficiência Colectiva.

O objectivo central da iniciativa PROVERE, enquanto instrumento de política dirigida especificamente para espaços de baixa densidade, é a promoção da competitividade dos mesmos através da dinamização de actividades de base económica produtoras de bens e serviços transaccionáveis, inovadoras e alicerçadas na valorização de recursos endógenos, tendencialmente inimitáveis do território (recursos naturais, património histórico, saberes tradicionais ou outros), com sustentabilidade e com a preocupação de geração de efeitos de irradiação para outras actividades (efeito motor), contribuindo, deste modo, para criar emprego e condições para a fixação e renovação da população.

A EEC definida pelos promotores assenta no recurso endógeno - Rede das Aldeias Históricas de Portugal e no Património Judaico da região. Este recurso específico traduz a focalização temática e constitui a base da estratégia definida na candidatura apresentada para a sua valorização económica. A estratégia partiu da formulação, pelos actores locais, de visões estratégicas para o desenvolvimento do território de intervenção considerado de baixa densidade, que agora se pretende formalizar e corporizar através de um Programa de Acção. Para o efeito foram definidos Projectos-Âncora que materializam as principais linhas de intervenção do Programa de Acção, e por um conjunto de projectos complementares que contribuem para o enriquecimento e sucesso da iniciativa PROVERE.